sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Refutação - Provas Bíblicas Contra a Predestinação Calvinista

Existe um "estudo" que está circulando pela internet, sendo divulgado em vários sites e blogs. Nesse "estudo" está contido o que seu autor, e as pessoas que copiaram e também postaram o estudo consideram ser os dez pontos máximos para argumentar que o calvinismo é satânico. Entre tando o "estudo" mostra a fragilidade dos argumentos dos que defendem a total liberdade do arbítrio humano.
Tratei de refutar as considerações feitas por tal estudo e demonstrar a depravação da mente dos que distorcem as Escrituras a fim de exaltar o arbítrio da criatura.
Em branco estará o "estudo", em verde minha contra-argumentação e azul as citações bíblicas por mim inseridas.


Vejam o tal estudo:


Provas Bíblicas Contra a Predestinação Calvinista

Dentre as múltiplas citações escriturísticas, que contradizem o ensino satânico de Deus haver predestinado pessoas para a perdição, as 10 seguintes devem ser destacadas, por sua objetividade e clareza ímpar:

1ª) 1 Tim. 2:4 – "O qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno

conhecimento da verdade." O relato de Paulo aqui não admite divagações. Sua declaração nos leva a

afirmar: ninguém foi designado para a perdição.



Verdade? Então por que Deus diz haver criado todas as coisas com um proposito, até o ímpio para o dia do mal (Pv 16:4), mas sei que já estão “vacinados” contra esse versículo de provérbios (vacina do diabo, pois vacina as pessoas contra as Escrituras), por isso vou colocar outro versículo em apoio:



“e: Como uma pedra de tropeço e rocha de escândalo; porque tropeçam na palavra, sendo desobedientes; para o que também foram destinados.”

                                                                                         I Pedro 2:8



2º) II Ped. 3:9 – ". . . não querendo que nenhum pereça, senão que todos cheguem ao

arrependimento."

É impossível, harmonizar – Deus não deseja que alguém se perca, com a ideia de Ele escolher

pessoas para serem destruídas.



Talvez o autor desse estudo não goste muito de ler a bíblia e por isso ache mais fácil distorce-La, pois ao ler o contexto do livro de II Pedro pode-se perceber que essa carta do apostolo de forma alguma fala o que o autor do estudo pretende dizer, pra começar vejamos pra quem é esta carta:



1 Simão Pedro, servo e apóstolo de Jesus Cristo, aos que conosco alcançaram fé igualmente preciosa na justiça do nosso Deus e Salvador Jesus Cristo:

2 Graça e paz vos sejam multiplicadas no pleno conhecimento de Deus e de Jesus nosso Senhor;

3 visto como o seu divino poder nos tem dado tudo o que diz respeito à vida e à piedade, pelo pleno conhecimento daquele que nos chamou por sua própria glória e virtude;                II Pedro 1:1,2 e 3



“Texto fora de contexto é pretexto!” O primeiro capitulo da carta fala, além das saudações (que salientam que a carta é direcionada a crentes), sobre o desenvolvimento da fé, caso queira comprovar isso é só ler o resto do capitulo, coisa, alias, que faço questão, pois só a verdade do evangelho liberta do engano.

O segundo capitulo adverte contra os falsos mestres:



1 Mas houve também entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá falsos mestres, os quais introduzirão encobertamente heresias destruidoras, negando até o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição.

2 E muitos seguirão as suas dissoluções, e por causa deles será blasfemado o caminho da verdade;

3 também, movidos pela ganância, e com palavras fingidas, eles farão de vós negócio; a condenação dos quais já de largo tempo não tarda e a sua destruição não dormita.                       II Pedro 2:1,2 e 3



Continuando dentro do CONTEXTO DA CARTA, Pedro depois de falar sobre o desenvolvimento da fé no primeiro capitulo, no segundo adverte sobre os falsos mestres, e um detalhe importante, Pedro diz que eles são: “movidos pela ganância, e com palavras fingidas, eles farão de vós negócio”, observemos, são as igrejas calvinistas as mais ricas? De fato, não! Foi de dentro das igrejas do livre-arbítrio que surgiram absurdos gananciosos como a teologia da prosperidade, As igrejas arminianas são as mais famosas no meio “gospel” sem nunca esquecer seus incessantes apelos por ofertas e dízimos, porem fora do meio evangélico temos a mais rica de todas as igrejas que se dizem cristãs, a católica, que em um de seus concílios declarou que fosse maldito aquele que tocasse no arbítrio humano.



Porem, voltando ao contexto de II Pedro, por fim, chegamos ao capitulo em questão, cujo assunto é a aparente demora para volta de Cristo, onde os falsos começam a escarnecer:



sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão escarnecedores com zombaria andando segundo as suas próprias concupiscências,

e dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação.                                                           II Pedro 3:3,4



A pergunta: Onde está a promessa da sua vinda? E então a resposta:



O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; porém é longânimo para convosco [os crentes. Citados em II Pedro 1:1], não querendo que ninguém se perca, senão que todos venham a arrepender-se.



Importante é notar que o autor desse “estudo” foi muito tendencioso e até desleal para com a Palavra de Deus, pois isolou apenas a parte do versículo que lhe serviria para distorção. Não seria preciso nem toda essa análise de contexto que fiz, pois o mal-entendido proposto pelo autor do “estudo” se resolveria analisando cuidadosamente apenas o versículo proposto.

Vejam o que se diz: porém é longânimo para convosco, esse CONVOSCO, são os crentes (como vimos, a carta é para crentes), e para esse CONVOSCO/OS CRENTES é dito: não querendo que ninguém se perca, senão que todos venham a arrepender-se.



É realmente desejar impor uma interpretação, dizer que num mesmo versículo fala aos crentes e depois, sem nada que indique isso, dizer que o versículo é universal



Vou dar um exemplo, eu poderia dizer em determinada situação: Peço que permaneçam no ônibus por mais que a viagem demore, pois quero que TODOS cheguem ao destino.

-Pergunto, quem interpretaria o TODOS do meu exemplo como se referindo a cada individuo do universo em cada tempo histórico?





3ª) Apoc. 22:17 – ". . . quem quiser receba de graça a água da vida."

Todos têm a oportunidade, graças a Deus. Aqui entra em cena a vontade pessoal. Querer é um

verbo que indica vontade, portanto a pessoa escolhe; não aparece a imposição.

Maravilhoso é o livre arbítrio concedido por Deus.



Pobre arminiano, sempre em que entra o verbo querer ele confunde com o verbo PODER. Esquece-se de que não depende de quem quer, mas de Deus usar de sua misericórdia (Rm 9:16), sei que muitos pensam estar vacinados contra Rm 9, mas estão claramente enganados, porem não vou me ater a diluir isso gora, pois tomaria muito tempo, até porque, outras partes da Palavra dão conta de explicar a confusão dos que amam o arbítrio humano.

Outro ponto é que, estando o homem morto em delitos em pecados, quem ha de querer a vida vinda de Cristo? Isso lembra o Evangelho de João, onde o verbo querer também está presente, nessa ocasião Jesus discursava aos judeus depois de haver curado no sábado.



Pois, assim como o Pai levanta os mortos e lhes dá vida, assim também o Filho dá vida a quem ele quer.                 João 5:21



E mais adiante Jesus diz aos judeus:



mas não quereis vir a mim para terdes vida!

                                                                                     João 5:40

Note que é uma exclamação e não uma interrogação no fim da frase, pois não está perguntando, como se fizesse um convite.

Vejamos o que Jesus ensina mais tarde:



Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora.                                            João 6:37



E a vontade do que me enviou é esta: Que eu não perca nenhum de todos aqueles que me deu, mas que eu o ressuscite no último dia.

                                                                                    João 6:39

*Por favor, que nenhum arminiano interprete esse TODOS do versículo acima como toda a humanidade em todos os tempos.



Ninguém pode vir a mim, se o Pai que me enviou não o trouxer; e eu o ressuscitarei no último dia.                                             João 6:44



E continuou: Por isso vos disse que ninguém pode vir a mim, se pelo Pai lhe não for concedido.

Por causa disso muitos dos seus discípulos voltaram para trás e não andaram mais com ele.                                                    João 6:65,66





*Me pergunto se muitos dos que se dizem discípulos ainda andam com os ensinos de Cristo...

* Importante notar que o mesmo autor de Apocalipse é quem relata esses ensinos de Jesus acima citados, será que em Apocalipse João queria mesmo dizer isso que autor do “estudo” quer que pensemos?



Agora já posso imaginar perguntas surgindo - ... “por que Deus toca em nosso querer, se pelo que Jesus ensina, não depende do nosso querer, mas do querer de Deus?”...

Um homem não regenerado não PODE querer ser vivificado por Jesus, ou você já viu um morto querendo ficar vivo? Só os vivificados por Deus vão desejar receber de graça a agua da vida.

Ai alguns diriam: “...-Por que então diria para que queiramos algo que em verdade nem todos podem querer?...”

Eu diria que acontece vários casos onde Deus pede algo que Ele sabe que não podemos fazer. Por exemplo, Ele manda que todo homem cumpra a sua Lei, mas:



Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem em verdade o PODE ser;       Romanos 8:7



Eu iria comentar sobre o crer para ser de Cristo, mas deixo para a próxima questão do autor...





4ª) São João 3:16 – ". . . todo aquele que nele crê. . ." Deus decretou que todos os que aceitarem a

Cristo se salvem. Não decretou que todos devem aceitar a Salvação que Ele oferece. Deus não força a

vontade de ninguém.



Repetindo:

E a vontade do que me enviou é esta: Que eu não perca nenhum de todos aqueles que me deu, mas que eu o ressuscite no último dia.

Porquanto esta é a vontade de meu Pai: Que todo aquele que vê o Filho e crê nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia.

                                                                                           João 6:39,40



O autor do “estudo” cita João 3:16: ". . . todo aquele que nele crê. . ."

Mas quem crê?



Mas vós não credes, porque não sois das minhas ovelhas.

As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu as conheço, e elas me seguem;

eu lhes dou a vida eterna, e jamais perecerão; e ninguém as arrebatará da minha mão.

Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai.

                                                                                   João 10:26,27,28



O texto sagrado é explicito, só as ovelhas de Cristo creem, e antes que o arminiano faça mais confusão, cabe explicar que não é a vontade do homem que o faz vir a Jesus, pois é o Pai que dá as ovelhas a Cristo, e que ninguém ouse dizer que as ovelhas de Cristo são pessoas que livremente escolhem Lhe seguir, e que depois disso então Deus as dá como ovelhas de Cristo, pois Jesus diz:



Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora.                                            João 6:37



E não: Todo que vir a mim o Pai me dá.



5ª) Ezeq. 18:32 – "Porque não tenho prazer na morte de ninguém, diz o Senhor Deus, Portanto

convertei-vos e vivei."

Deus tem prazer na salvação, nunca na perdição.



Mais um caso de falta de contexto, e ainda distorção de assunto, pois eleição e predestinação em nenhum momento são o tema desse trecho citado. O assunto é que Israel acusa o Senhor de ser injusto (Ez 18:25), porem Deus fala para que eles se arrependam, pois eles são quem andam em caminhos tortos.

E o caso do versículo em questão, é que realmente Deus não tem prazer na morte, pois seu prazer está na vida dos seus justo, na morte do ímpio está a IRA de Deus. Com relação ao apelo para o  convertimento é sabido que só as ovelhas de Deus ouvem e dão crédito aos apelos da palavra, e esse é o meio pelo qual Deus converte os seus, os demais são endurecidos.

Se alguém achar raso esse ensino, e achar que não é a verdade da Palavra para esse trecho, vale lembrar que Deus de antemão disse que eles não se arrependeriam



Mas a casa de Israel não te quererá ouvir; pois eles não me querem escutar a mim; porque toda a casa de Israel é de fronte obstinada e dura de coração.                                                          Ezequiel 3:7



Com base nesse versículo acima dá até pra imaginar alguns livre-arbitrianos murmurando:

“...- Ah, por que falar a Israel se o Senhor sabe que não ouvirão?!?...”

Fazem o mesmo com relação ao evangelismo...



6ª) Mat. 7:21 - "Nem todo o que me diz : Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus."

Muitos não serão salvos, porque não aceitam as condições da salvação.



O autor do “estudo” deve estar confuso, pois novamente ele está errando o tema do versículo. O tema aqui são os frutos, "toda a arvore boa produz bons frutos” (Mt 7:17), não tem nada haver com “condições da salvação”.

Esse texto é longamente utilizado por calvinistas para mostrar que não são pelas obras que se obtém salvação.





7ª) Jer. 21:8 – ". . . Eis que ponho diante de vós o caminho da vida e o caminho da morte."

Para que dois caminhos se a sorte de cada um já está traçada antes?



O autor do “estudo” não entende que Deus utiliza o querer do homem para cumprir seu Decreto, e que mesmo que o homem tenha varias opções, ele acaba por escolher exatamente como antes da fundação do mundo Deus já sabia.

O homem não tem poder para controlar nem o dia de sua morte



Visto que os seus dias estão determinados, contigo está o número dos seus meses; tu lhe puseste limites, e ele não poderá passar além deles.                                                                                       Jó 14:5



Muito menos seus caminhos...



O coração do homem propõe o seu caminho; mas o Senhor lhe dirige os passos.                                                                     Provérbios 16:9



...mesmo em meio a opções.



8ª) Apoc. 2:10 – ". . . Sê fiel até a morte e dar-te-ei a coroa da vida."

Vejam que a salvação também depende de nós. Depende da nossa perseverança. Heb. 3:14.



Existem varias passagens que mostram que os verdadeiros crentes são preservados eternamente...



Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora.                                            João 6:37



eu lhes dou a vida eterna, e jamais perecerão; e ninguém as arrebatará da minha mão.                                           João 10:27



... mas quero analisar mais profundamente este:



o qual também nos selou e nos deu como penhor o Espírito em nossos corações.                                                       II Coríntios 1:22



se alguns dos selados por Deus pudesse atingir uma queda final da Graça, então Deus teria de se desfazer do Espirito Santo, pois Ele pois em penhor o Espirito em nossos corações, será que Deus brincaria dessa forma consigo mesmo na forma da terceira pessoa da Trindade?

Alguns podem argumentar: “...- Ah, se uma vez salvo, sempre salvo, como fica aqueles que eram tão fervorosos e depois abandonaram a fé? Mesmo tendo uma vida de pecados e abandonando a Cristo, eles serão salvos? Eles um dia aceitaram a Jesus...”



Nesse caso existem duas hipóteses:

Pode ser que a queda desse não seja final, então em algum tempo Deus lhes dará arrependimento e lhes fará voltar à vida cristã;

Ou a conversão destes era falsa, e eles abandonam a Cristo porque nunca foram ovelhas dEle, veja:



Saíram dentre nós, mas não eram dos nossos; porque, se fossem dos nossos, teriam permanecido conosco; mas todos eles saíram para que se manifestasse que não são dos nossos.                         I João 2:19



9ª) Atos 17:30 – ". . . agora, porém notifica aos homens que todos em toda parte se arrependam."

O convite a todos para que se arrependam seria um escárnio ao nome de Deus se os homens não

se pudessem arrepender. Paulo declara em Tito 2:11 que "a graça de Deus se manifestou salvadora a

todos os homens."



As vezes da a impressão que o autor desse “estudo” fez uma busca numa bíblia digital pela palavra “todos”, então quando aparecesse alguma com algum contexto que lhe parecesse favorável, ele apresentava.

Se Deus quer realmente que todos os homens se arrependam, mas estes não se arrependem, então deve haver algum problema. O autor do “estudo” sugere que os homens não se arrependem porque não querem, porem Deus quer que eles se arrependam. Por conclusão desse raciocínio temos que o proposito de Deus se frustra e o querer do homem prevalece, porem, é o que a Bíblia diz?



Muitos são os planos no coração do homem; mas o desígnio do Senhor, esse prevalecerá.                                           Provérbios 20:21



Se levarmos como verdadeiros os argumentos do autor desse "estudo” teremos a imagem de um deus que quer fazer o bem, e o faria se pudesse, mas não pode, pois seus propósitos dependem da aprovação da criatura para cumprirem-se, ou não.



10ª) I Tes. 5:9 – "Porque Deus não nos destinou para a ira, mas para alcançar a salvação mediante

nosso Senhor Jesus Cristo."

Esta declaração é muito significativa e seria suficiente para desmoronar o frágil edifício dos

calvinistas.

Após a leitura destas passagens a nossa conclusão só pode ser esta: Deus não predestinou que

pessoa alguma se perca.



Não sei como alguém poderia dar crédito a esse “estudo”, pois seu autor claramente distorce a palavra. Em I Tes. 5:9, é uma carta para crentes (I Tes 1:1), da igreja de tessalonica, é logico que eles como eleitos, não são destinados à perdição, perceba que Paulo fala:” ...Deus não nos destinou para a ira”, esse “nos” deixa claro que ele não se refere a cada individuo do mundo, mas aos crentes tessalonicenses.

Seguindo o raciocínio, vemos que Deus não NOS (crentes tessalonicenses) destinou a ira. Porque Paulo, nessa passagem, assevera que essas pessoas (tessalonicenses) não foram destinadas à ira? Será que é porque existem pessoas que foram deixadas de fora do plano de salvação?



A besta que você viu, era e já não é. Ela está para subir do Abismo e caminha para a perdição. Os habitantes da terra, cujos nomes não foram escritos no livro da vida desde a criação do mundo, ficarão admirados quando virem a besta, porque ela era, agora não é, e entretanto virá.                                                             (Apocalipse 17.8)



Por fim fica clara a depravação do homem, e isso se manifesta nesse estudo, onde o autor tenta de varias formas elevar a criatura e diminuir o Criador com relação a Seu Decreto Soberano e Eterno.



O autor chama um ensinamento Bíblico de satânico: “ensino satânico de Deus haver predestinado pessoas para a perdição” mas se a Bíblia assim diz, e Ela(a Bíblia) é a palavra de Deus, este homem blasfema, chamando o próprio Deus de satânico.



O que Palavra diz com relação a isso:



E que direis, se Deus, querendo mostrar a sua ira, e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita paciência os vasos da ira, preparados para a perdição;                                                            Romanos 9:22



Alguns argumentam que a Bíblia nesse capitulo fala de um povo, o que é facilmente demonstrado que não, porem, mesmo que assim fosse, não mudaria o fato de que existem vasos preparados para perdição, e note o fato de que Palavra não diz que eles(os vasos) prepararam a si mesmos para perdição, mas sim que foram preparados, e preparados por Deus, será que o autor do estudo já leu Romanos? Pois ainda em Romanos:



E qual foi a resposta divina? “Reservei para mim sete mil homens que não dobraram os joelhos diante de Baal.” Assim, hoje também há um

remanescente escolhido pela graça. E, se é pela graça, já não é mais pelas obras; se fosse, a graça já não seria graça. Que dizer então? Israel não conseguiu aquilo que tanto buscava, mas os eleitos o obtiveram. Os demais foram endurecidos, como está escrito: “Deus lhes deu um espírito de atordoamento, olhos para não ver e ouvidos para não ouvir, até o dia de hoje.”       (Romanos 11.4-8)



Na parte sublinhada do texto supracitado parece haver contradição entre o que o autor do “estudo” diz (“Deus não predestinou que pessoa alguma se perca.”) e a Bíblia, mas é claro, estes textos o autor do “estudo” não comenta...



Outro precioso texto:



“e: Como uma pedra de tropeço e rocha de escândalo; porque tropeçam na palavra, sendo desobedientes; para o que também foram destinados.”

                                                                                         I Pedro 2:8





Porem com relação à destinação para salvação eis um texto que não deixa dúvidas:



Os gentios, ouvindo isto, alegravam-se e glorificavam a palavra do Senhor; e creram todos quantos haviam sido destinados para a vida eterna.                                                                               Atos 13:48



Notemos que não foram todos os gentios que creram, só os que haviam sido destinados para vida eterna.



Meditemos nos textos, e não nos deixemos iludir por “estudos” daqueles que se rebelam contra soberania de Deus.



Que Deus nos de entendimento.

Amem